Férias — momento de folga

Nesse primeiro devocional do desafio de 21 dias, o texto bíblico que será a base para nossas reflexões está no Livro de 2 Samuel, capítulo 11, em que o rei Davi comete adultério com Bate-Seba.

Em 2 Samuel 11, na primeira parte do versículo 2, o texto diz: “Uma tarde, Davi se levantou do seu leito e andava passeando no terraço do palácio real.”

O rei Davi deveria estar na guerra, pois era primavera, “tempo de lutar”. Mas o texto afirma que ele estava passeando. A Bíblia não explica o motivo por que ele não foi à guerra. Podemos usar a imaginação para pensar sobre isso:

  • Talvez Davi estivesse cansado, pois já iria completar 50 anos e poderia ter pensado que não tinha mais forças. Então, ele tirou umas férias forçadas.
  • Talvez ele estivesse estressado de tanto lutar e decidiu descansar.
  • Ele era o rei e, por esse motivo, se deu ao luxo de ficar em casa, pois sabia que na guerra não teria as refeições do palácio, muito menos o conforto para dormir.

O problema das férias é que a nossa mente não está no pique do dia a dia, uma vez que os afazeres cotidiano não são feitos. Por isso, estaremos mais vulneráveis. Muitos líderes relatam que, na época de férias, o índice de recaídas e quedas aumenta absurdamente.

Nas minhas últimas férias ao Nordeste, as tentações dobraram para mim. Tudo começou já no assento do avião. Ao meu lado, sentou uma mulher. Ela puxou diversos assuntos comigo, chegando ao ponto de me convidar à praia para tomar uma cerveja, quando chegasse à cidade. Falei que não bebia e comecei a evangelizar aquela mulher. Mas as tentações continuaram.

No entanto, Deus enviou vários escapes, de acordo com a palavra em 1Coríntios 10.13, que diz: “Não sobreveio a vocês nenhuma tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar; pelo contrário, juntamente com a tentação proverá livramento, para que vocês a possam suportar.”

Outro grande problema das férias é o relaxamento total que experimentamos. O rei Davi estava totalmente relaxado no terraço da casa real. Hoje em dia, a primeira coisa que acontece quando uma pessoa está relaxada é pegar o aparelho celular para visualizar as redes sociais, ver filmes etc., e isso pode levar a tentações muito fortes, que talvez ela não consiga suportar, e acabará caindo — assim como aconteceu com o rei, como veremos no próximo devocional.

Diante disso, precisamos estar vigilantes o tempo todo, mas principalmente nas nossas férias ou quando estamos relaxando depois do trabalho. É nesse momento que o inimigo age sutilmente para que venhamos a cair. Deus abençoe a sua vida! Você gostou do conteúdo? No livro Libertos de uma Prisão invisível tem mais conteúdos: http://bit.ly/livro-prisao-invisivel

2 Comentários para "Férias — momento de folga"

    • Amém. Se você gostou além do nosso blog temos as nossas redes sociais onde tem diversos conteúdos sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *