Cinco características de um dependente em pornografia

1 – Segredo

Uma das características do dependente pornográfico é manter seu ato em segredo. Diferentemente de outras drogas, o consumo de pornografia não tem cheiro, não exige que se vá a uma “boca de fumo” para comprar, mas pode ser feito escondido, no quarto/banheiro/trabalho, e ninguém verá. Com isso, essa prática pode se perpetuar por muitos anos, sem que ninguém saiba, até chegarem as consequências, como abordaremos adiante.

O compulsivo cria uma vida dupla, ou seja, na frente da família usa uma máscara, mas quando entra no seu reduto pornográfico, a retira e consome o conteúdo erótico.

2 -Tempo

A partir do momento em que você se pega horas na frente de um computador ou celular vendo filmes pornográficos, todos os dias, acenda o alerta, porque você já está dependente. Já li relatos de pessoas que passam a noite inteira vendo filmes, até o sol raiar, e têm de inventar uma doença para não ir trabalhar. A procrastinação é outra consequência do consumo de pornografia, ou seja, o adiamento do que se tem de fazer em função das horas vendo pornografia.

3 – Falta de paciência

Outro ponto sobre a pornografia é a tendência a não se ter mais paciência com familiares e ficar irritado com tudo e com todos. A pessoa que está nisso não pode nem ouvir a palavra “vício” ou “pornografia” vinda de alguém que sabe de seu problema. Quando essa pessoa diz que isso faz muito mal, para várias áreas da sua vida, aquele que está dependente retruca e diz que não é a pornografia que lhe está fazendo mal, mas o estresse do trabalho — até parece que um filmezinho de nada poderia fazer isso com ela!

4 – Incapacidade de parar

Uma característica marcante do compulsivo em pornografia é a dificuldade de parar. Quando passa alguns dias sem consumir, bate aquela “fissura” ou desejo forte de ver um vídeo. Mas, no seu subconsciente, ele diz que não é dependente, que só quer relaxar. Porém, pouco tempo depois, ele volta a consumir e entra num círculo vicioso interminável.

Cada compulsivo consome pornografia numa periodicidade diferente. Existem vários “ciclos”: diário, semanal, mensal, trimestral e semestral. Já li relatos de pessoas verem pornografia de três em três horas — ou seja, conseguirem ficar abstêmias por pouco tempo.

5 – Isolamento

Muitos se distanciam dos amigos, da família e dos parentes — e, em certos casos, até da sua parceira ou de seu parceiro — para ficar exclusivamente vendo filmes pornográficos, por horas. Eles se esquecem de fazer muitas outras coisas que lhes darão prazer de forma saudável, como sorrir ou brincar com os filhos. Essas pessoas se isolam do mundo real, vivendo o seu mundo virtual, com fantasias ilusórias.

Gostaria de saber mais características? Saiba mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *